A importância das abelhas para o planeta

A maioria das pessoas tem medo das abelhas, mas não sabe a importância que estes pequenos insetos têm para o planeta.

As abelhas pertencem à ordem Hymenoptera, da superfamília Apoidea, subgrupo Anthophila, e são parentes das vespas e das formigas.

As abelhas são insetos sociais, vivem numa colónia e são disciplinadas, organizadas e trabalhadoras. Numa colónia existe cerca de cerca de 60 mil abelhas, com uma hierarquia: uma rainha, dezenas de zangões e milhares de operárias.

as abelhas
Diferença entre a abelha rainha, zangão e operárias

A rainha é a principal da colmeia, mantém a harmonia no trabalho, além de ser responsável pela reprodução. Esta pode viver até 6 anos.

Os zangões são responsáveis por fecundar a rainha, dando continuidade à vida na colmeia. Vivem no máximo três meses, pois são mortos pela rainha depois da fecundação.

As operárias cuidam da higiene da colmeia, garantem o alimento e a água de que a colónia necessita coletando pólen e néctar, produzem a cera para formar os favos, alimentam a rainha, os zangões, as larvas por nascer e ainda cuidam da defesa da família.

As amas são algumas das abelhas operárias ou obreiras que tomam exclusivamente conta das abelhas bebés.

As ventiladoras, são responsáveis pelo arejamento da colmeia. batendo as asas para o ar circular.

As sentinelas, guardam a entrada da colmeia. Não deixam entrar outros insetos.

Por fim, as obreiras são as que fazem a recolha do pólen, cada abelha visita em média dezanove flores por minuto. A sua principal é a polinização.

O que é a polinização?

A polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas para o recetor feminino de outra flor, ou seja, é o processo que garante a reprodução das plantas com flor. Para além da reprodução, a polinização garante a variação genética, equilíbrio dos ecossistemas e a reprodução de muitas outras espécies.

A polinização possibilita a produção de frutos, sementes, vinho, roupa, etc. Sem as abelhas o ecossistema fica destruído, não só é uma ameaça para o Homem, mas para toda a fauna e flora. Uma extinção resulta numa menor variedade e quantidade de alimentos, tornando-se impossível a produção de alimentos para toda a humanidade.

É importante saber qual a importância das abelhas para o nós. Estas são responsáveis por 80% das culturas vegetais e de 1/3 de todos os alimentos que comemos todos os dias.

O que está a matar as abelhas?

– O uso de pesticidas e herbicidas

– Agricultura intensiva

– Desmatamento e fogos

– Poluição atmosférica e as alterações climáticas

– Aparecimento de outras espécies invasoras (como a abelha asiática)

– Doenças, pragas e parasitas

– Culturas geneticamente modificadas

– Perda de biodiversidade

– Exaustão e más condições de manutenção de colmeias por parte dos apicultores.

O que pode ser mudado?

Limitar o uso de pesticidas e preferir produtos orgânicos, não só contribui para a conservação das abelhas, mas também traz efeitos benéficos para a saúde e para todo o ecossistema. Existe vários tipos de produtos orgânicos, desde de vegetais, cremes para o rosto e corpo, roupa, produtos para a casa, etc.

Ter um pequeno jardim com algumas plantas, como manjerico, orégãos, alecrim, tomilho, hortelã, margaridas, papoilas, entre outras flores.

Deixar uma pequena taça com água, com algumas pedras no interior para reduzir a profundidade evitando o afogamento das abelhas. Se não tem jardim, pode incentivar a promoção de espaços verdes na localidade onde vive e a inclusão de flores.

Promover os pequenos produtores, incluindo os apicultores. Pois estes constroem colmeias, conseguindo gerir enxames de uma forma consciente e responsável, extraindo o mel de uma forma que não prejudica as abelhas.

E o consumo de mel?

As abelhas produzem o mel como uma forma de armazenar comida para o inverno e retirar-lhes esse “fruto” pode resultar numa maior exaustão.

Por isso devemos de optar por mel de pequenos apicultores locais e que promovem a parceria com agricultores de produção biológica.

O mel é o principal produto do trabalho realizado pelas operárias. O mel ajuda a prevenir doenças porque atua no sistema imunológico e tem propriedades analgésicas.

A geleia real é outra substância natural, excretada pelas abelhas jovens. Têm vários compostos importantes para o organismo: proteínas, hidratos de carbono, enzimas, lipídios e minerais. Isto tudo é importante para vários processos, como por exemplo, na regeneração das células, no combate às doenças respiratórias e até mesmo contra úlceras.

O própolis tem propriedades antimicrobiana, anti-inflamatória, cicatrizante e anestésica.

Em conclusão, as abelhas são uma das espécies mais importantes no mundo e cabe a todos nós ajudar e respeitar o seu trabalho. Escolher produtos de origem orgânica, cultivar plantas e preservar a sua espécie.

Agora que já sabe qual a importância das abelhas no planeta, siga a Beeing Cotton e descubra o que a marca está a fazer para incentivar a preservação desta espécie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.